Coca? É de beber, cheirar ou comer?

Resolvi escrever esse post para esclarecer as muitas verdades distorcidas sobre a folha de coca, símbolo nacional boliviano e fruto de muitas divergencias quanto ao seu valor cultural e economico.

a folha de coca

– Um breve histórico sobre a coca na Bolívia

A folha de coca possui funcoes culturais, ritualisticas e nutritivas milenares. A folha em si é inofensiva e nunca houve problemas com cocaína no país até os Estados Unidos se meterem na história, ó que novidade.

A partir da década de 70, sob o pretexto de haver narcotrafico e excessiva producao de cocaina na Bolivia, o governo norte-americano firmou um acordo com o governo boliviano a favor do controle e erradicacao das plantacoes de coca. Até entao, o que existia era o comércio exclusivamente interno das folhas e sem dano algum a saúde. O consumo sempre se destinou aos trabalhadores das minas e campesinos (a coca fornece mais energia e tira a fome e o sono, uma vantagem para que se produza mais e tambem para aqueles que nao tem como parar pra comer durante a jornada de trabalho), nas grandes altitudes e nas regioes de baixas temperaturas.

consumo de coca dentro das minas

cholas consumindo coca na rua

Entao, esse acordo firmado permitiu que houvesse substituicao das plantacoes de coca por outros tipos de cultivo, como a banana e o cafe, por exemplo. O governo fornecia sementes e as ferramentas necessarias para esse novo cultivo, porém somente para aqueles campesinos que possuiam alguma plantacao de coca.

Logo, quem nao plantava coca, comecou a faze-lo apenas para obter essas “vantagens” oferecidas pelo programa. Comeca, pois, o primeiro impulso para o crescimento exagerado e sem sentido da coca na Bolivia. No final dos anos 80, os Estados Unidos chegaram ao cumulo de oferecerem dois mil dolares por cada hectare de coca. Imaginem o que significa esse valor para um simples campesino??? Acabava que eles semeavam a coca, arrancavam, limpavam o terreno e recebiam o dinheiro.

a planta

Mas como nem tudo cheira a rosas (ou a coca, duh), grande parte desse dinheiro acabava nos bolsos dos politicos. O resumo da historia é que os Estados Unidos estimularam indiretamente a producao de coca, os campesinos plantaram e de endividaram e, no final, muitos nao viram nem a cor do dinheiro.

Os norte-americanos, em seguida, propuseram a substituicao das plantacoes de coca por abacaxis. E, depois, laranjas. E muitas das mudas trazidas para a Bolivias acabaram por dizimar cultivos tradicionais, alem de nao vingarem no solo bolviano. Os campesinos, entao, mais uma vez, recorreram a unica producao que conseguia subsistir: a coca.

campesino colhendo as folhas

Na década de 80, implantaram-se bloqueios do comercio tradicional para que o valor da coca baixasse e os produtos alternativos tornassem-se mais competitivos. Baixar o preco da coca a tornaria anti-economica e os norte-americanos conseguiriam precos razoaveis para os produtos alternativos.

Mas com a producao e comercio tradicionais da coca encurralados, os campesinos nao viam outra saida que senao vende-la para os narcotraficantes. Havia entao dois tipos de coca: uma cara para os consumidores tradicionais e uma barata para o narcotráfico.

“O que significa tudo isso? Significa que, com sua habitual ignorancia e arrogancia, os norte-americanos incentivaram fortemente a producao de coca e tambem a producao de cocaina na Bolivia. É o sistema que chamo de técnica do balao de borracha (…) Voces apertam num lado e ele enche no outro.”

– Consumo tradicional da coca

mineiros de Oruro

Na verdade, ninguém come a folha de coca. A maneira de consumi-la é a seguinte: poe um punhado de folha na boca, enrola tudo numa bolinha e deixa essa bolinha em um dos cantos da boca (isso aí, tipo um hamster), sem mastigar ou engolir. A folha, além do seu caratér anestésico, possui muitos nutrientes (cálcio e vitaminas, por exemplo), o que faz amenizar a fome quando consumida.

Há pessoas que consomem juntamente com bicarbonato de sódio, pra catalizar o efeito. A primeira vez que provei a folha foi assim e a minha boca ficou dormente em questao de segundos! E, ainda, dá pra encontrar bicarbonato de sódio misturado com glicose, pra quem nao curte o sabor amargo (e horrível, na minha opiniao) da folha de coca.

cházin de coca

Outra alternativa é fazer um chá com as folhas, ou comprar o chá pronto. É mais gostoso e bom de beber no frio.

– E como surgiu a Coca-Cola?

Existia um italiano chamado Angelo Mariani, em 1860,  que tinha um pequeno comércio onde manipulava medicinas. Ele entao, um belo dia, fez um preparado de coca e uma famosa cantora de Paris chegou dizendo que tinha um grande problema, que estava super deprimida e que nao conseguia mais cantar. Mariani, pois, deu-lhe uma garrafa de extrato de coca dizendo que era o melhor remédio que possuía.

Vino Mariani

Mais tarde, Mariani criou um vinho em seu boticário, também à base de extrato de coca, que em pouco tempo vira coqueluche na Europa.  Até o Papa Leao XIII deu-lhe uma medalha de ouro agradecendo pelos benefícios do vinho Mariani.

Quando este vinho foi exportado aos Estados Unidos, o consumo desseminou-se rapidamente. Entretanto, o puritanismo norte-americano encrencou com a bebida porque eles nao permitiam o consumo de álcool. Entao, para nao prejudicar a comercializaçao, eles retiraram o álcool da bebida o que a tornou intragável!

Até que um tal de John Pemberton começou a misturar coisas a esse vinho sem álcool para melhorá-lo. Misturou uma certa espécie de café africano, depois uma outra planta que continha teobromina, um estimulante, e assim por diante. Até que concluiu uma bebida que continha cocaína, cafeína e teobromina, os tres estimulantes mais potentes da natureza!

Já popular nos States

Nesse momento, a bebida possuía mais de 30 substancias para neutralizar o gosto ruim do extrato de coca. Com todas essas misturas, o gosto melhorou e a bebida passou-se a chamar Coca-Cola. E seu inventor, John Pemberton.

Coca-Cola

A coca, um produto andino, se transforma em um símbolo norte-americano, um modo de vida, do capitalismo, do consumo, do individualismo.

–  Governo Evo e a coca

Evo Morales na Assembléia Geral da ONU, em 2006

Todos sabem que o atual governo incentiva a producao cocalera no país.  Em 2009, Evo defendeu a retirada da folha de coca da lista internacional de substancias proibidas, mascando umas quantas perante os 53 ministros dos países membros da comissao da ONU, em Viena.

“La hoja de coca no es cocaína, no es nociva para la salud, no provoca males físicos ni dependencia (…) estas hojas son cultivadas desde hace 3.000 años y son el símbolo de la identidad y la cultura de los pueblos andinos. (…) Si esto es una droga, entonces deberían encarcelarme.” (Evo Morales)

Morales luta contra a estigmatizacao desse cultivo, a partir do qual se fabrica a cocaína, mas que tambem é uma planta sagrada na Bolívia, de cultura e consumo tradicional e terapeutico.

criança indígena oferecendo coca à imprensa, no convite oficial à posse de Evo Morales, La Paz, 2010

Os Estados Unidos condenam esse cultivo, em expansao, o que levou o presidente bolviano a expulsar, no ano passado, a agencia norte-americana de luta anti-droga (DEA) da Bolívia.

Evo Morales, que ainda se apresenta como dirigente dos cocaleiros da zona de Chapare, afirmou que a Assembléia Legislativa Plurinacional (formada nesse ultimo domingo, 24, em Sucre)  aprovará reformas para permitir a legalização dos cultivos conhecidos como “catos de coca” nesta região. Dessa forma, o limite legal de produção da folha na Bolívia pode subir dos atuais 12.000 hectares para 20.000 hectares, com o propósito, segundo o executivo, de impulsionar todas as iniciativas de industrialização da planta.

Coca-Colla???

O governo de Evo Morales expressou seu apoio ao projeto para fabricar uma nova bebida que levará o nome de “Coca Colla”  para contribuir com a industrialização da folha de coca no país.

Víctor Hugo Vázquez, vice-ministro de Desenvolvimento Rural, afirmou que esta se trata de uma iniciativa privada para produzir um energizante de coca. “Estamos vendo como impulsionar-la, porque nos interessa como Estado a industrialização da coca. Estamos analisando se a empresa que produzirá a bebida pode formar uma sociedade mista com o Estado e também se vamos manter esse nome que inicialmente foi proposto pelos produtores de coca”, afirmou.

A iniciativa partiu dos camponeses que ainda sugeriram que a garrafa da “Coca-colla” tivesse uma etiqueta vermelha, contendo um líquido escuro, quase negro, muito parecido a mundialmente famosa “Coca Cola”, criada em 1885 por John Pemberton. Ainda que a empresa Coca-Cola afirme ter tirado o princípio ativo da folha de uma fórmula em  929, abundam na internet as denúncias de que a “Coca-Cola segue comprando coca no Peru”.

Espero ter ajudado a esclarecer muitas duvidas e fatos desconhecidos sobre a folha da coca, sua historia temporal, economica e social. Qualquer equivoco de minha parte, nao hesite em rebater!

sem mais palavras

Besitos e inté a próxima!

Bett.

Fontes: www.iela.ufsc.br, www.taringa.net, livro “Bolívia Jakaskiwa” e Google (imagens).

Anúncios

17 pensamentos sobre “Coca? É de beber, cheirar ou comer?

  1. Uau tb!
    Aprendi mais sobre coca hoje do que em toda minha vida!!!
    Excelente pesquisa Bettina!!
    Vou adorar provar um chazinho de coca…!!
    bj grande!

  2. eu dexei meu comentario no lugar errado…hehe ops
    adorei o artigo muito legal…mas isso me faz ter raiva dos EUA intrometidos…
    bjinhos preta te vejo dia 18

  3. Antes usava pó de cocaina, primeira vez? Muito bom! só que depois da primeira capsula vc vicía! Quer segunda e terceira! Gastei um dinheiro veiaco com está droga, perdi sono, fome e nariz sangrando e escorrendo! Porque é só mistura, o bom é experimentar jesus! mas a respeito do blo está de parabéns, muito exclarecedor! Tudo que é usado para mexer no comportamento do corpo é uma droga! abraço galera, Lembre-se! você é inteligente, droga nunca!

  4. Só um adendo: A Coca Cola ainda usa a folha de coca na composicao, mas dizem ser apenas dar sabor e cheiro.
    Voltei de mochilao pelo Peru e Bolivia, e aprendi isso no museu da Coca em La Paz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s