Resumo fotografico

Buenos Dias! Vamos a mais uma session fotografica directamente de Cochabamba, Bolívia.

  • Santa Cruz(es): a capital dos ricos cruzenhos, possui um numero incontable de toyotas e 4×4 por metro quadrado e um centro bem chatinho pequeno burgues, com hoteis caros e nao muito o que fazer. Aproveitamos para comprar os itens que faltavam no mochilao e trocar doletas por pesos bolivianos. A ideia inicial era sair fora rapidinho, mas corriamos o risco de passar o reveillon em algum busao.

Alta culinária no chao do hotel com espiriteiras de alcool!

A desigualdade cruzenha: pequenino luta por alguns pesitos com seu violao em frente a uma loja de lingeries no centro de Santa Cruz

A Paceña é a cerveja local, ganhadora de muitos premios. Será que ela já experimentou?

  • Samaipata: Fomos entao para a pequena Samaipata (descanso nas alturas, em quechua, idioma originário), bem bonitinha e tranquila, mas ainda parecia que estavamos em um grande rally. É lá que os jipoes vao passar as férias longe da poluicao e barulho da ciudad. Fizemos uma viagem bem cansativa em 4h de micro onibus, subimos até quase 3 mil metros de altitude, a estrada possui um grande trecho de terra, o que piora um poquito a situacao.

A ida. Muchas gentes felizes, no dia do reveillon! Viajar por aqui é sempre uma emocao..

O Reiveillon. Ah, o reveillon.. nao foi possivel realizar fotos desse belo momento, mas garanto que passamos muy bien,  e resolvemos deixar a maquina na hospedagem. Assim que possivel vamos postar um video bem legal de la noche.

Muy limpia

Descansamos pós reveiáo e partimos hasta lo fuerte, umas ruinas incas que nunca chegamos a ver (50 pesos!), porque acampamos no meio do caminho. Com muita chuva.

A dupla dinamica

Grupo unido, com muito animo..

Meio do caminho: o grupo, o animo..

Tentaram queimar o evito..

Chegaaando lááá, mas que vergonha: só tinha fa-ro-fa! Ou XVI Encontro Regional de 4x4.

Para resumir, porque nao consegui mais tirar fotos até tudo ficar seco: no meio da tarde, alguns segundos depois dessa ultima foto, começou uma puuta chuva e nos, definitivamente, nao estavamos preparados para isso. Tivemos ainda que armar barracas, cozinhar, trocar as barracas de lugar (nao me pergunte como) e dormir, finalmente, depois de 5 km de role com muiito peso nas costas. Eu -pira-  estava com aproximadamente 22kg, pesamos de todos, mas isso fica pra outro post. Acordamos no dia seguinte e fomos para Mairana de Taxi, para comprar a passagem pra Cochabamba, a sonhada capital da artesanias. Mais uma vez: automoveis na bolivia sao PE-RI-GO-SOS! As estradas sao pessimas, cheias de buracos e com pedacos inesperados de terra, carros caindo aos pedacos, tiozinhos ruins de direcao e tudo más. O que salva é que a buzina de todo mundo funciona, e o povo parece se escutar..

"Hay que ser loco para manejar en bolivia" Retrovisor? Estrada? Painél?

  • Mairana

Llegamos en Mairana e, advinhem, perdemos o busáo para Cochabamba. Tivemos que dormir no pueblito, o que foi bom, porque estavamos com tudo tudo tudo molhado e precisavamos secar as coisas – tenis, barracas, roupas – para seguir viagem.

Mairana: cidade pacata. Ao fundo, nosso pouso.

A vista do hotel

Anninha muerta. Cade a yoga agora, hein?

A caganeira boliviana é um mito, segundo Jojo. Até que provem o contrário, essa é uma das melhores gastronomias del mundo!

  • Cochabamba: Fizemos uma viagem torturante porem muito linda de 10h de bus até Cochabamba. As empresas de onibus aqui vendem passagens para lotar até os corredores, por isso vao todos apertaditos, o que, por um lado, facilita a comunicacion.  O busao nao tinha freio de mao, entao toda hora que parava, incluso pirambeiras de mais de mil metros de altura, tinham que colocar pedras atras das rodas. A estrada era maravilhosa mas muuuito tensa, toda de terra, muitos metros de altura, cabuloso. Conhecemos uma familia muito simpatica e muito politizada de Oruro, que nos ensinou unas palabritas en quechua e contou onde poderiamos comprar as roupas mais baratas de Cochabambs. Alie Puinchen?

Frio, escuro, nevoa. Mas tudo muito bonito

Boliviana curtindo o role. Se liga, diò!

Cabloco andino e su casita


O resultado do role tremido no fundo do busao. A tal lenda da caganeira boliviana já comeca a nos parecer mais real.


O paraiso das roupas coloridas, quentinhas e baratas! Essa foi caruda.

É isso. Chegamos hoje de madruga em Cocha e estamos há 3 horas na lanhouse para mostrar a voceis todas las belezas de las tierras bolivianas (incluso o meu suntuoso portunhol). Vamos sair daqui pra ver un poquito más.

Abracos a todos,

rafael pira e anninha.

Anúncios

6 pensamentos sobre “Resumo fotografico

  1. pira seu cuzaao
    que foto é aquela hein. mas so pra constar, a diarreia boliviana continua mito!!
    aquela expressao de dor expressava muitas horas sem xixi, madrugada no buzao a la pretzel e fim da esperanca de encontrar um lugarzito pra descansar, já que eram 5:15 de la mañana…
    besitos del otro lado de cochabamba, hasta el terminal de autobus!
    (nao sei onde vcs tao… haha)

    beso

  2. Oh God! Onde voces foram se enfiar!? Mal começou a viagem e já ta tao emocionante assim!
    Esse portunhol fajuto alegrou meu dia ahahhahaha

    Voltem vivos!
    Beijos =****

  3. Rafa, Anninha e demais troteiros: feliz 2010!!!
    Pra vcs o ano chegou com novos caminhos e olhares… e que olhares!
    Gostei especialmente do pequeno boliviano, da boliviana sonhadora e claro… do infinito colorido da casa de roupas!! A do caboclo andino tb tá foda…Dificil saber quem fotografou o quê…
    Do seu robusto portunhol, Rafa, gostei particularmente do “incluso”… ahahahahahah!
    Troteiros, que a latinoamérica seja acolhedora! Desde Piracicaba fico torcendo pra que superem os imprevistos com criatividade e que o mito da caganeira de fato continue mito, até que caguem o contrário… ahahaha!!
    besitos
    Realice

  4. Ha!!! Muito loucas as fotos!! Como foi o caminho de voces¿ Samaipata e Cochabamba¿ Fizeram Vallegrande e La Higera¿

    A Bett tá com o intestino frouxo, é¿

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s