Quem sao as Cholas?

Holaa,

todo mundo está postando sobre nossas aventuras e desventuras por cada cidade que passamos, entao decidi escrever um pouco sobre uma figura que notamos desde o primeiro dia e que é onipresente aqui na Bolivia: La CHOLA!

 

Tipicas Cholas Paceñas papeando

 

Com suas saias rodadas, um espécie de chale super colorido embrulhado nos ombros, blusas delicadamente estampadas e um chapéu por cima do cabelo dividido em duas longas tranças, elas chamam a atençao e dipertam a curiosidade de qualquer forasteiro.

 

Pollera de desfile

 

Mas nao foram os incas que criaram esta tradiçao! Nosso mestre Eduardo Galeano nos  fala um pouco (no clássico As Veias Abertas da América Latina) sobre a origem desse peculiar vestuário:  ¨… a atual vestimenta indígena foi imposta por Carlos II em fins do século XVIII. Os trajes  femininos que os espanhóis obrigaram as índias a usarem eram calcados nos vestidos regionais das camponesas espanholas da Extremadura, Andaluzia e país basco, eo mesmo ocorre com os penteados das indígenas repartidos ao meio, impostos pelo vice-rei Toledo.¨

O termo ¨chola¨ no inicio tinha uma conotaçao  pejorativa e se referia às mulheres nativas aimarás  que, ao se mudarem para a cidade grande, esqueciam as tradiçoes e costumes de seus atepassados e se rendiam ao estilo de vida dos mestiços urbanos. Hoje esse visual está relacionado ao orgulho que essas mulheres tem de sua identidade indígena.

 

Cholas cascando o bico

 

A multiplicidade das Cholas é impressionante! Depois de um dia em Cochabamba  vendo cholas por todos os lados, resolvi desenhar o que tinha ficado gravado na minha memória.

 

Chola in perfil

 

Enquanto desenhava no chao da rodoviária, vários bolivianos paravam curiosos para observar o desenho. Um senhor muito simpático veio me perguntar que tipo de chola eu estava desenhando e trocando idéia com ele descobri que cada departamento boliviano tem um estilo de Chola diferente.

 

Cholas Colores

 

O que é que a Chola Paceña (de La Paz) tem?

A pollera (saia) é longa até os pés, mas o grande diferencial é o irreverente chapéu-coco. O contraste entre a latinidade das feiçoes dessas mulheres e o ar britanico de seus chapéus impressiona.

 

Cena tipica das ruas de La Paz

 

Em Cochabamba as cholitas mostram mais suas pernitas e usam um chapéu tipo praiero que faz jus ao calor que faz por lá.

No nosso alojamiento aqui em La Paz tem um cartaz que ilustra bem os diferentes trajes tradionais dos departamentos bolivianos:

 

Diferencias regionales de bolivia

 

Sao elas, as cholas e as mulheres em geral, a principal base do comércio “informal” (aqui mais formalizado que tudo) boliviano. Vendem artesanato, comida, flores, frutas… tudo que se pode imaginar!

¿Donde está la chola?

Porém, pra quem nao sabe essas figurinhas femininas também tem uma lado ” mais macho que muito homem”! Todos os domingos em El Alto rola uma atraçao imperdivel (pra quem tem 50 bolivianos sobrando): o CHOLA WRESTLING

Sim existe a luta livre das cholas! Eu e o rafa(pira) vimos numa reportagem da National Geographic e ficamos super curiosos para ver, mas depois que vimos o preço estamos repensando a possibilidade! É no minimo curioso ver duas mulheres vestidas de saionas, de trancinha, com chapéu-coco na cabeça lutando em um ring! O ensaio fotográfico da National é muito instigante.

Bom, acho que é isso. Espero ter aumentado a curiosidade de vocês para vir conhecer de perto essas personagens e os demais componentes da paisagem boliviana. Esse lugar é demais!

 

Cholanninha

 

Beijos Anninha

About these ads

23 pensamentos sobre “Quem sao as Cholas?

  1. olha, tô puta da cara que eu não fiquei sabendo desse “rolê” a tempo de me organizar pra ir junto com vocês, mas pra variar, esses meus amigos da UFSC têm idéias que fazem falta em São Paulo… esse blog tá incrível, tô amando!!!

    E na próxima vez, eu vou nem que seja perseguindo vocês!!

    Beeeijo!

  2. Anninha, seu olhar “choliano” ou “cholianninho” está emocionante!!
    Acertou em cheio ao mostrar essa figura que representa tão bem as mulheres latinoamericanas que vão à luta pela sobrevivencia, têm orgulho de suas origens e, de quebra, dão um colorido especial à vida com suas vestes. Vc já pode passar por uma delas… tá linda!!
    Fica aí o desafio para os homens do grupo escreverem sobre os “cholos”… ahahaha!
    Queridos, acessar esse blog todo dia tem sido meu passatempo favorito de férias…. Ver as fotos e os comentários espertos faz com que me sinta viajando com vcs além de aprender muito com suas experiencias… É um misto de orgulho, apreensão, saudades e uma forte torcida para que nos mostrem mais e mais novidades…

    bj enorme e muita saudade!
    Realice

  3. Pingback: Caganeira boliviana! um mito? « Trotamérica: Mochilão 2010

  4. lindissimas as fotos, queridos!! amei! Lindos sorrisos e olhares! vai longe esse casal de fotografos!
    um grande beijo e muita aventura pra vcs aí!!!
    beijos da irmá coruja!

  5. Pingback: As cholas: um símbolo de resistência cultural « …por aí a procurar…

  6. Adorei o texto! Acabo de voltar de uma aventura pela América do Sul, e dos países q visitei, Bolivia e Peru tem a figura das Cholas muito forte! Mas percebemos a diferença da cultura entre elas de cidade em cidade e isso nos trouxe diversos questionamentos, mas durante a aventura ás vezes é complicado buscar informações, ainda mais qd passamos correndo devido o roteiro ser bem apertado… Conhecia superficialmente sobre elas antes da viagem, porém, o contato, nos deixou curiosos em saber mais sobre, e uma das primeiras coisas, no caso, agora, q estou fazendo após tudo, é buscar essas informações… Parabéns pelo blog, acredito q irei visitar mais páginas, pois apesar de ter vivido muita coisa nesses últimos dias, necessito de mais conhecimento e esclarecimento sobre essas experiências!

  7. Da hora essa materia, eu sou boliviano com forte ascendencia europeia. Apesar da forte discriminação que existe em La Paz dos brancos com os indigenas, infelizmente. A verdade é que devemos sentir orgulho todos os bolivianos: é essa nossa identidade e cultura, muita diversidade, e é lindo, Amo Bolivia!

  8. Olá, Anninha. Sou Maurício fiz uma viagem por terra de BH a Machu Picchu passando, claro, pela Bolívia. No tema apresentado por você (cholas) fiquei curioso para saber o que aconteceu para a introdução do chapéu nada indígena na cultura andina. O que ouvi por lá foi que um enorme carregamento deles (chapéus) foi direcionado erroneamente para lá e que os ingleses não querendo arcar com o frete impuseram à cultura andina o seu uso local, valorizando e criando status para aquelas que os ostentassem. Fiquei chocado ao ouvir isso. Gostei do que vi aqui, lembrei dos bons momentos e do acréscimo cultural advindo da aventura. Felicidades.

    • Obrigada Maurício. Eu também fiquei curiosa quanto a inserção do chapéu, agradeço sua contribuição. Desculpe o atraso na resposta. Abraço. Annaline

  9. Cheguei a pouco tempo de lá, fiz o trio Peru-Bolívia-Chile, já estou morrendo de saudade.
    Amei as suas fotos e o artigo tb, parabéns.

  10. Pingback: Matéria Incógnita – Inovação e Criatividade » Vídeo: crianças africanas veem ‘homem branco’ pela primeira vez

  11. Pingback: Professor Anderson Hander

  12. Adorei essa matéria, conheci há alguns anos, Santa Cruz de La Sierra, Cochabamba e La Paz, de onde dei uma esticadinha até o Lago Titicaca, lugar lindo onde saboreei um maravilhosa truta grelhada, em um modesto restaurante que abrigou por algum tempo a comitiva do pesquisador francês Jacques-Yves Cousteau. Quando vi essas fotos, me bateu uma saudade imensa desse lugar, quem sabe algum dia não refaço esse roteiro. Parabéns pelas informações.

  13. Pingback: chapéu cholitas

  14. Pingback: Bonde Boliviano | 260 caronas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s